sábado, 28 de setembro de 2013

Amor...


"O tempo não para! 
Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo...

Canção do dia de sempre

Tão bom viver dia a dia...
A vida assim, jamais cansa...
Viver tão só de momentos
Como estas nuvens no céu...
E só ganhar, toda a vida,
Inexperiência... esperança...
E a rosa louca dos ventos
Presa à copa do chapéu.
Nunca dês um nome a um rio:
Sempre é outro rio a passar.
Nada jamais continua,
Tudo vai recomeçar!
E sem nenhuma lembrança
Das outras vezes perdidas,
Atiro a rosa do sonho
Nas tuas mãos distraídas..."

Mario Quintana


video
l

Procuro lembrar de um amor que me roubava o chão, que mesmo em noite escura clareava mais que lua e estrelas meu solitário caminho.
Procuro lembrar de teu beijo, o primeiro,  feito a terra firme ao naufrago cansado e desiludido extenuado de nadar em mares de incompreensões, falsidades e desilusões.
Procuro lembrar de teu corpo que além do inédito prazer me acalentava seguro em repousante aconchego, como colibris em jardins primaveris, além do néctar a essência da vida.
Procuro correr mais que o relógio na ânsia de minimizar o tempo e encurtar espaços que me roubam de ti , crio asas, desafio dimensões, para ampliar minha loucura de sentir tua pele... teu gosto, para de olhos fechados transpor todos os abismos que juntos dão uma razoável noção do que seja a saudade dessa única menina  capaz de ser Mulher... completa... indivisível.
Procuro respostas na maior das certezas... o nosso amor... infinito o bastante para causar incapacidade de esquecimento desse homem que como menino encontra em teu sorriso e meigo olhar a paz capaz de fazer nascer raios de sol em segundas feiras cinzas , frias e chuvosas... esse poder só você tem, por isso te amei, amo e amarei... no infinito da ilusão, no universo da saudade mas na certeza presente da razão.
Paz, saúde e Amor.

Nenhum comentário: