terça-feira, 11 de novembro de 2008


"Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade.
Gosto dos venenos mais lentos! Das bebidas mais fortes!
Dos cafés mais amargos!
Tenho um apetite voraz. E os delírios mais loucos.
Gosto de amizades sinceras. Gosto da vida,da manhã e do anoitecer...
Amo minha família.
Sou fã da minha mãe.
Gosto de andar sem rumo, sem ter hora para chegar a horas... Sem direção...
Gosto de desafios, acalento desejos insanos e alimento paixões impetuosas.
Gosto das ruas mais tortas, dos caminhos mais longos.
Eu respeito conveniências. E aceito rebeldias. Eu aplaudo ambições. Eu não tenho compaixão pelos invejosos.
Não tenho pena dos traídos. Eu não guardo rancores...
Eu não gosto do bom senso.
Gosto dos famintos.
Dos que morrem de vontade e secam de desejos...
Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece…
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto!"


Paz , saude ,doravante e enfim...PAZ !

Nenhum comentário: